Mulheres bicicleta

10 bicicletas femininas para pedalar na cidade

Posted by

Não é fácil encontrar uma bicicleta feminina no Brasil. A grande maioria das marcas busca vender para o ciclista médio, que é um homem, com cerca de 1,75m de altura. Quem foge desse padrão enfrenta sérias dificuldades de encontrar bicicletas femininas no tamanho certo, que sejam acessíveis e adequadas para o dia a dia na cidade.

É fato que começar a pedalar na cidade é a porta de entrada para pedalar mais e mais longe. E para o ato de pedalar virar um hábito, é preciso que a bike seja confortável e de boa qualidade. Se bicicleta for sinônimo de dores, sofrimento e insegurança, aquela bicicleta barata e ruim acaba desmotivando quem a usa. E vemos que esse triste fato acontece com uma frequência mais alta que o normal por aqui.

Por que uma bicicleta feminina?

Bicicleta femininas são desenvolvidas para acomodar um tipo de corpo diferente do masculino. Não é uma regra geral, mas mulheres costumam ter um tronco mais curto, peso menor, ombros mais estreitos e braços mais curtos. Isso pode ser traduzido em guidões mais estreitos, quadros mais curtos e baixos, freios para mãos menores, selins mais largos e com um corte central, mesas mais curtas, rodas menores e pedivelas mais curtos. Boas bicicletas para o público feminino têm todas ou a maioria dessas características.

O fato da bicicleta feminina ser pintada de rosa ou ter uma cesta de vinil não necessariamente a torna adequada para mulheres. É verdade que algumas mulheres, especialmente as que têm mais de 1,70m, conseguem se adaptar bem a modelos masculinos, tendo uma variedade muito maior de bicicletas para escolher. Mas também é fato de que mulheres com cerca de 1,50m acabam tendo que se contentar com bicicletas grandes demais, que prejudicam o controle e conforto da bike. A distância entre selim e guidão é muito grande nas bikes masculinas e para iniciantes, pode significar dores nas mãos, pulsos, costas e pescoço.

Nós sempre recebemos perguntas de mulheres que gostariam de começar a pedalar ou comprar uma bike mais adequada que a atual e por isso preparamos uma lista de 10 bicicletas femininas para mulheres que gostariam de usar a bike na cidade.

1-Btwin Rockrider 300 – R$699

Btwin Rockrider 300

Essa bicicleta tem o básico para funcionar direito, vulgo rodar, trocar marchas e frear, e é uma das mais acessíveis. Vem com um conjunto composto de transmissão Shimano, freios V-brakes que funcionam e uma suspensão que não é feita para trilhas, mas que pode acrescentar algum conforto.

O problema é que ela só possui tamanhos M e G (no site somente G). É uma bicicleta grande e mulheres mais baixas não vão se adaptar a ela. Ponto bem negativo para a Btwin.

Clique para ir no site da bike

2-Tito Downtown – R$1295

Tito Downtown Step Through

Uma ótima bike para começar. Muito bem montada de fábrica, troca de marchas bem, graças à boa qualidade das peças de transmissão. Vem com paralamas e está pronta para receber um bagageiro traseiro, importante para carregar uma mochila sem encharcar de suor as costas.

O visual é legal e o quadro é baixo, essencial para quem não é muito alta conseguir ficar em pé com a bike entre as pernas. Vem com um único tamanho 16 polegadas, boa para quem tem lá pelos seus 1,50 a 1,60m.

Você vai agradecer o fato dela ter paralamas quando passar naquela poça de água e não espirrar aquela água suja nas pernas e nas costas. Nos dias de chuva, é essencial para não tomar um jato de água no rosto quando a bicicleta estiver rodando.

Clique para ir no site da bike

3-Btwin Elops Clássica 500 – R$1399

Algumas pessoas não se identificam com a aparência esportiva das bikes atuais e preferem um visual de bicicletas tradicionais, sem adesivos coloridos ou tubos do quadro gordos e modernosos. Essa bike atende esse nicho.

Ela tem tudo que é necessário para o pedal urbano. Paralamas e até um dínamo com farol dianteiro e traseiro, importante para a segurança nos deslocamentos noturnos. O bagageiro é importante para levar as suas coisas sem a necessidade de levar uma bolsa ou mochila, que vão fatalmente encharcar as suas costas nos dias quentes ou depois da primeira subida.

No entanto, ela é uma bike pesada e simples, com apenas 6 marchas. Você não vai gostar de subir uma ladeira com ela, mas no plano está tudo ok.

Clique para ir no site da bike

4-Groove Jazz  – R$1599

Groove JazzCom pneus mais rápidos para o asfalto, mas com uma posição voltada para conforto, ela é um meio termo entre conforto e velocidade. Vem com boas peças e tem qualidade suficiente para encarar um uso diário.

O guidão alto é bom para quem está começando a ter mais conforto, mas nesse caso talvez seja alto demais. Tudo bem que ele é regulável, mas abaixado ele fica longo demais. Vale pensar em trocar o suporte do guidão se você prefere pedalar mais rápido. Ela é pelada, mas só aceita bagageiro. O paralamas não tem suporte para a roda dianteira (!).

Tem também na versão com freio a disco, mas para o perfil de uso dela, de uma bicicleta confortável, os discos mais atrapalham do que ajudam.

Clique para ir no site da bike

5-Tito Trip Girl – R$1895

Tito Trip Girl Nexus 3Uma outra alternativa com uma aparência clássica, vem com um cubo interno de marchas da Shimano que tem 3 velocidades. Uma para subidas, outra para o plano e outra para ir rápido. Bem simples de usar e como são bastante espaçadas, 3 marchas são suficientes para alguns tipos de uso.

A vantagem desse sistema é a baixíssima manutenção, pois o sistema está todo protegido, e o visual limpo da bike. É o mesmo sistema adotado pelas bikes públicas de aluguel. Vem com uma trava que impede o giro da roda traseira, mas nas terras brasileiras, melhor usar uma U-lock também.

Clique para ir no site da bike

6-Durban Bay Pro – R$2099

Durban Bay Pro dobrávelDobráveis têm a vantagem de acomodar uma grande variedade de estaturas sem problemas, graças aos amplos ajustes da altura do selim e guidão. Essa em especial não é uma bike feminina, mas mesmo pessoas muito baixas ou altas conseguem se acomodar nela. São boas para quem precisa guardar a bike em um canto apertado de um apartamento ou transportar dentro do porta malas de um carro, mas já te adianto que não é prático dobrar para pegar um metrô ou ônibus todos os dias.

Existem dobráveis mais em conta, mas essa é diferente em dois pontos. O sistema de dobras é de boa qualidade e é mais difícil de apresentar folgas como acontece nos modelos mais baratos. Ela tem 7 velocidades e com o pedivela de coroa grande, pode ir mais rápido que as concorrentes.

Clique para ir no site da bike

7-Trek Verve 1 – R$2199

Trek Verve 1 FemininaEssa bike ainda tem algumas características de conforto, mas já é indicado para quem gostaria de ir mais rápido que o normal. Por ter uma catraca Megarange, tem marchas suficientes para vencer qualquer subida.

O fato de não ter suspensão na dianteira torna a bike mais leve e eficiente, mas algumas pessoas podem preferir uma bike com suspensão. Geralmente quem gosta de pedalar mais rápido não faz muita questão de ter uma suspensão na cidade.

Vem pelada, mas aceita bagageiros na frente e atrás e os necessários paralamas.

Clique para ir no site da bike

8-Trek Neko – R$2699

Trek Neko WSDEssa é uma bike versátil, pois consegue andar bem no asfalto e encara até uma estrada de chão batido: tem espaço para pneus largos e vem com uma suspensão para uso leve e calibrada para um menor peso. Ótima para os buracos das ruas.

É para quem quer conforto, mas também quer ter uma bike ágil para a correria do dia a dia. Vem pelada, mas pode ser equipada com paralamas e bagageiro.

Clique para ir no site da bike

9-Specialized Alibi Sport Step-Through – R$3699

Specialized Alibi Sport Step Through 2017

Com pneus maciços que não furam (!), feitos com uma espuma especial de EVA, ela resolve um dos medos do ciclista urbano: ficar no meio da rua com um pneu furado.

Já vem com um selim específico para mulheres e com paralamas e bagageiro. Tudo pronto para começar a rodar pelas ruas. É verdade que dá para comprar essa mesma configuração de peças por preços menores, mas por outro lado, esses pequenos detalhes envolvem muita gambiarra e adaptações em bikes que não são preparadas para andar na cidade.

Clique para ir no site da bike

10-Specialized Ariel – R$3899

Specialized Ariel Disco Hidráulico 2018O grande diferencial aqui são os freios a disco hidráulicos. Eles estão sempre macios e freiam muito bem. A suspensão é de curso pequeno e os pneus são para andar no asfalto ou em uma estrada de terra, então ela não é exatamente uma MTB, mas um filho gerado entre uma bike urbana e uma bike para trilhas.

Pense que é uma bike rápida, mas confortável para os buracos das ruas e que até aguenta uma terra batida nos finais de semana. A transmissão é meio básica pelo preço, mas não é algo que seja perceptível durante o uso.

Clique para ir no site da bike

Essa lista te ajudou a clarear mais as coisas? Siga a gente no Facebook e Instagram para acompanhar as nossas últimas novidades. E se precisar de uma revisão ou conserto na magrela, chame o Bike123!

 

 

Compatilhar:

3 comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *